Pages

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Críticas

Em um mundo cheio de opiniões, das mais diversas, é impossível sair ileso às críticas visto que tudo pode ou não ser bem visto. Estamos sujeitos a elas por qualquer uma de nossas atitudes, qualquer coisa que falemos ou façamos e dificilmente serão críticas justas e aceitáveis. Agora magoar-se com elas é um assunto que diverge dentro dos contextos.

À grosso modo, o sábio ditado “Gosto é igual cu. Cada um tem o seu.” é um lema pra vida. Temos que ter sempre em mente que os olhos de cada um não enxergam as mesmas coisas da mesma maneira. Nunca agradaremos 100% das pessoas. Seja fisicamente, seja na roupa, pelo o que escrevemos, pelo o que falamos, nas nossas ações, nas reações, etc. Já sabemos, inclusive, que a crítica, nos termos próprios, é uma profissão regulamentada. Os chamados (chatos) críticos de moda, de cinema, de gastronomia e assim por diante, existem há tempos. E chatos porque falam suas verdades que geralmente ninguém quer ouvir.

Mesmo sabendo de sua existência marcante das críticas, saber lidar com elas é algo a ser sempre aprendido e aperfeiçoado. E acredito que o contexto de cada pessoa (isto é, sua personalidade, a maneira como foi criada, os fatores regionais, problemas de auto-estima e coisas do tipo), é influenciador na maneira como esta pessoa irá reagir.

Por exemplo, fulano cometeu diversos vícios de linguagem em uma apresentação formal e ao final seu chefe o chamou ao canto e apontou os erros cometidos de forma bem sutil. Fulano levou a mal e ficou extremamente magoado indo choramingar em algum canto. A crítica, neste caso, foi bastante construtiva e ele poderia ter tirado proveito, porém, por algum motivo pessoal, fulano não soube interpretar assim. Para entendê-lo, apenas ele em sua visão da situação poderia explicar o porquê de sua reação. E esse tipo de coisa acontece o tempo todo.

Muita gente fica extremamente ofendida quando alguém solta um comentário opinativo qualquer. Claro que vale lembrar que existe quem critica tudo por pura maldade ou para se sobressair, contudo há também quem se chateie facilmente mesmo sendo um simples comentário. Bem vindo ao planeta Terra cheio de humanos de diversos tipos!

Importante lembrar também das críticas de nós mesmos para nós mesmos (auto-críticas). Na minha opinião, as que mais incomodam. Pelo grande conhecimento de causa que você possui, você tem todas as ferramentas disponíveis para piorar qualquer visão de você mesmo. Basta um pouco de pessimismo e uma boa carga de “coisas” psicológicas.

Trazendo para o texto o clichê do mundo, geralmente são as críticas alheias que nos fazem enxergar nossos erros e comportamentos fora do padrão e motivam a busca pelo aperfeiçoamento. Todos temos o direito de discutí-las quando não condizem a realidade ou, em alguns casos, ignorá-las. Porém, de um modo geral, é relevante aproveitar cada comentário, cada afirmação, cada alfinetada, e a partir delas corrigir erros que poderíamos nem ter notado. Bem como mudar para melhor muitas características pessoais. Em contraposição, também é importante enfatizar que criticas são opiniões pessoais e nem sempre as opiniões estão totalmente corretas. De qualquer forma, no final é sempre você quem decide o que fazer com elas.

E já ousaram dizer por aí “Falem bem ou mal, mas falem de mim!”.

4 comentários:

  1. Leonardo Scorsatto27 de junho de 2011 21:01

    ótimo texto!
    temos q frisar tbm que há o tipo de gente se pode levar um crítica a um nível mais elevado da coisa, não se sentindo ofendido, mas extremamente abalado, causando fratura no próprio dia, divindo os momentos antes e após a crítica, qdo o dia era leve, agradável e passou a ser uma tortura em que as palavras ouvidas não saem da cabeça, mas que, depois de um certo tempo, são bem aproveitadas. esse é o meu caso ahhah
    Leo Scorsatto

    ResponderExcluir
  2. Yess!! Eu sou daqueles que concordam com você em muitas coisas, e ainda não fiz uma crítica negativa. Ou talvez já tenha pensando algo e não expressei, mas espero se um dia isso acontecer, que seja para aperfeiçoar o inter-relacionamento! :-)
    E tem aqueles que nem devemos levar em consideração qualquer tipo de crítica!
    Continue com seus textos e eu com as fotos, um dia... :-)

    ResponderExcluir
  3. ai amigo que saudades deu de vc lendo esse texto... hhehehehehe
    bjuusss e adoro ler seus textos.. sempre quando arrumo um tempinho dou uma olhadinha.. bjus :) Te amo!

    ResponderExcluir
  4. ...Claro que vale lembrar que existe quem critica tudo por pura maldade ou para se sobressair, contudo há também quem se chateie facilmente mesmo sendo um simples comentário. Bem vindo ao planeta Terra cheio de humanos de diversos tipos! ...De qualquer forma, no final é sempre você quem decide o que fazer com elas."

    Né...?

    Gente... uma terapia completa em alguns parágrafos!

    Pode dizer mais uma vez que estou com saudade?! Rs

    ResponderExcluir